quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Vini e os impulsos

Sabe quando seus instintos te dominam e suas vontades ocultas falam mais alto do que qualquer coisa que você possa ouvir?

Estávamos sentados no lugar habitual - como manda a cartilha de todo metódico, as mãos dadas mostravam toda nossa crescente intimidade. O que atrapalhava um pouco era aquela iluminação muito forte, que fazia questão de enfatizar tudo aquilo que o photoshop trabalhou muito pra esconder. Se por um lado isso era péssimo, por outro nos dava mais cumplicidade, pois nos colocava na mesma situação, lá estávamos nós dois com a cara (não-photoshopada) e a coragem, numa honestidade estética admirável.

Apesar de toda essa luz, o clima ficava cada vez mais agradável e convidativo, e as mãos continuavam juntas se acariciando, cada vez mais unidas e acostumadas uma com a presença da outra. Mas infelizmente todo esse momento foi quebrado graças a um carro que passou com o som altíssimo e quis incluir forçosamente uma trilha sonora pro nosso romancezinho, mas a música que diz "chupa que é de uva" não foi muito adequada. Ok, superamos isso e em pouco tempo conseguimos voltar ao nosso namorico a moda antiga.

Mão com mão, os olhos começavam a se encarar, mas a timidez me fez desviar bruscamente fazendo olhar para sua testa e fiquei assim por alguns instantes preciosos, voltamos a nos olhar nos olhos, mas novamente tive que olhar para outro lugar. Eis que dominado pelos meus instintos, me aproximo um pouco mais, coloco minhas mãos em seu rosto e com meus polegares firmes, pressiono aquele cravo que insistia em prender minha atenção.

A julgar pela expressão que vi nessa hora, a minha atitude quebrou mais o clima do que o carro com a música alta, mas nada que causasse muitos danos, pois tudo voltou ao normal e o que aconteceu na seqüência é assunto para outro post.

12 comentários:

Mariana Bento disse...

se todas as pessoas fizessem limpeza de pele regularmente, constrangimentos como esse seriam evitados!

Acacio disse...

eu acho super romantico.

dani mafalda disse...

ai q maldade vini...vc sabe melhor q ninguem q naum pode espremer cravo.fica marcado depois,entedi! era pra ficar marcado.hummm...golpe novo?

Vinicius disse...

Controle seus impulsos pequeno Vini,ou não,os impulsivos movem o mundo,razão é para os fracos hehehe ainda verei vc estrelando o filme "O Fantasma 2"

..~*LeLIiIii... disse...

'e o que aconteceu na seqüência é assunto para outro post.'

Poupe-me dos detalhes obscenos. ainda honro pelo nome da famila!

Denis disse...

Acho apropriado

Laura Lydon disse...

hahahaha gostei

Maria Renata disse...

mil perdões, mas espremer um simples cravo é a coisa mais prazerosa do mundo! hahahaha

Ária da Aflição disse...

Acho saudável.

Luiza. disse...

passou pomada depois?
hahahahaha

Viviane disse...

Olá!!

Hahahaha!
Adorei o desfecho inusitado da história!!
Parabéns pelo humor e pela criatividade.
;-)

Viviane
www.vivivillas.blog.uol.com.br

Bel Humenhuk. disse...

hahahahaha
não consigo prever minha reação se alguém espremesse um cravo meu numa hora dessas.
acho que eu ia ter uma crise de riso.
ótimo post!